sexta-feira, 2 de junho de 2017

Golpe

Você tem razão, foi golpe! Casei-me por interesse.
Interesse em ser feliz, em sair para me divertir sem ter hora para voltar. Me interessava o sexo, a liberdade de dormir e acordar a hora que quisesse ao lado daquele cara barbudo. Interesse em ter meu próprio canto, construir minha família, colecionar histórias engraçadas e momentos bons a serem lembrados.
Não. Não foi por dinheiro que me casei (como você acha que fiz/deveria ter feito). Casei-me com um homem de periferia, que sempre morou de aluguel com os pais. Casei pobre, com um cara pobre que estava desempregado. Casei e fui morar num apartamento de COHAB na periferia. Apartamento COMPRADO. Nosso apartamento. Reformado e consertado pelas mãos deste homem. Isso foi puro interesse. Casei porque estava interessada neste homem de nível superior que, para sustentar a casa e não deixar nada faltar, trabalhou de auxiliar de pedreiro.
O que te incomoda é o fato de eu ter casado pelos 'meus interesses' e não pelos teus, que são efêmeros e vazios.
Minhas roupas são surradas e algumas rasgadas, não são sempre novas como as tuas e isso te incomoda. Incomoda porque você se preocupa com o que os outros pensam e não com o que eu penso sobre a minha vida e sobre meus valores do que realmente é importante e necessário para viver.
Você faz campanha pró impeachment do homem com quem casei, me julgando por tê-lo escolhido ao invés de escolher a tua ordem.
Então SIM, foi golpe. Foi um golpe no seu ego a minha casa, a minha família e o meu casamento não cederem as tuas vontades.
Golpe foi o que meu casamento sofreu diante de suas intromissões.
E é um golpe para mim enxergar e admitir tudo isso.

quinta-feira, 1 de junho de 2017

Ecos

'Que tipo de mãe envenena o próprio filho?'
'Se é para fazer com má vontade deixa que eu faço'
'Acabou o pouco de educação que ainda tinha'

quarta-feira, 31 de maio de 2017

RIP

Nasceu para ser feliz, mas casou-se. E morreu de tristeza.

terça-feira, 30 de maio de 2017

Ela

Ela era sensível e sonhadora. Vivia com pés e cabeça na Lua.
Sempre disposta a se doar em grandes proporções por/ao próximo. E quase nunca era retribuída na mesma medida.
Acreditava no amor.
Mergulhava profundo nas relações, apaixonada e devota. Era ela.
Ela.
Era.
Foi...

quinta-feira, 18 de maio de 2017

ERROR!!!

1. Casar
2. Gestar
3. Voltar
4. Gestar
5. Estar viva

quinta-feira, 19 de setembro de 2013

Coisas do tempo

Dá um sensação de que eu parei no tempo.
Porque enquanto vocês mudam de criança para adultos eu já sou adulta e aparentemente não mudo nada.

sexta-feira, 15 de fevereiro de 2013

Depois do livro

Enxergamos tudo através de um espelho.
Espelhos d'água, espelho d'alma
Refletem o quê?
Profundo 1/3 do que é, tão grande em tão pouco.
O mundo que nasce em crianças nascidas
Com 5 sentidos mais 1. Divino.
Mergulho comprido no raso de pedras e areias,
Ainda assim se afoga, apaga, acorda...
Está do outro lado do espelho.

(Baseado no livro 'Através do Espelho' de Jostein Gaarder)

Léo

Pequeno gigante,
Eu voaria as folhas nos calendários por você. Faria o tempo correr ligeiro para te ter pequeno preguiçoso em meus braços. Cantar-te um pouquinho para que reconheça minha voz desde cedo. Beijar-te tanto a ponto de te encher de bolinhas vermelhas e sua mãe brigar comigo. Cuidar-te mais, sem experiências de primeira viagem. 
Teu irmão me fez aluna, me preparou para te amar como você merece.
Felinos meninos reinando em meu ser.
Como serão teus cabelos? Dourados como o do primogênito ou negros como o do papai? 
A expressão 'blasè' será como a da mamãe?
Vai me amar assim bem grande?
Você ainda nem nasceu e já tem a grande responsabilidade de nos responder tantas questões...
"Vem Léo, corre!"

Retrato

E de cada vez que a ansiedade e a pressa me atacam, tiro-o do bolso
Aí encontro a paz que só o seu olhar me traz.

O eu em você

Não corra, escorra.
Sobre meu corpo dissolva.
Quero horas intermináveis.
Sentir a camada de pele grossa, os pelos arrepiados, os beijos sempre molhados.
E eu entregue a você.